Significado de psicologia

Ciência que estuda as estruturas mentais e comportamentais dos indivíduos.

Conjunto de traços mentais e comportamentais característicos de um indivíduo ou de um grupo: A psicologia dos meninos de rua tem muitos traços comuns.

Trato, diplomacia com pessoas que se mostram de difícil trato: Esse professor usa de psicologia para tratar com os alunos.

Curso universitário onde se ensinam os diversos métodos da psicologia, bem como ciências afins.

Conhecimento empírico das emoções e sentimentos de uma pessoa, que se faz ger. com a inteção de compreender seu comportamento, maneira de ser e pensar etc.

Estudo de uma obra de arte ou de um tema por meio de análise psicológica

[F.: Do lat.cient. psychologia; ver psic(o)- e -logia.]


Psicologia analítica
1 Psi. Método psicanalítico concebido por Carl G. Jung, afastando-se do de Freud.


Psicologia biológica
1 Psi. Campo de estudo do comportamento humano intermediário entre o dos fenômenos psíquicos e dos biológicos.


Psicologia clínica
1 Psi. Ramo da psicologia que trata do estudo do comportamento individual ou de grupo, do diagnóstico de distúrbios nesse campo e de técnicas de ajuda e tratamento.


Psicologia cognitiva
1 Psi. Ramo da psicologia que trata do mecanismo de percepção e interpretação mental dos fatos e da realidade e do processo de conhecimento e aprendizado.


Psicologia da educação
1 Psi. Ramo da psicologia que trata de sua aplicação aos processos de aprendizagem; psicopedagogia.


Psicologia diferencial
1 Psi. Ramo da psicologia que estuda comparativamente os aspectos psicológicos de seres ou grupos de seres diferentes ou de tipo diferente.


Psicologia do desenvolvimento
1 Psi. Ramo da psicologia que estuda os aspectos psicológicos inerentes ao desenvolvimento do ser humano e as mudanças e transformações dele decorrentes.


Psicologia estrutural
1 Psi. Método de diagnóstico e de tratamento psicológicos baseado na análise da interação e integração de vários e diversos estados psíquicos e experiências conscientes.


Psicologia experimental
1 Psi. Ramo da psicologia que submete a experimentação científica os fatos por ela observados, para atribuir-lhes medidas e parâmetros e daí extrair leis gerais.


Psicologia holística
1 Psi. Conceito e prática psicológicos baseados na ideia de que a mente humana constitui uma unidade indivisível, e como tal deve ser estudada e tratada.


Psicologia industrial
1 Psi. Ramo da psicologia que se ocupa dos problemas de relação do homem com a indústria, seja nas diferentes posições nas relações de trabalho (a empresa e sua organização, os métodos, as condições de trabalho, os trabalhadores etc.) seja na área do consumo, da relação com o público etc.


Psicologia racional
1 Fil. Área da metafísica que trata do pensamento humano em suas causas e seus princípios.


Psicologia social
1 Psi. Ramo da psicologia voltado para o estudo dos aspectos sociais da mente e do comportamento, dentro dos vários modelos e situações de interação do homem com grupos, e com a sociedade como um todo.

Definición de Psicologia

Psicologia é o estudo científico dos processos mentais e do comportamento do ser humano e as suas interações com o ambiente físico e social. A palavra provém dos termos gregos psico (alma ou atividade mental) e logía (estudo).

A Psicologia procura descrever sensações, emoção, pensamento, percepção e outros estados motivadores do comportamento humano. Os comportamentos dos animais são estudados pela Etologia.

Grande parte das investigações em Psicologia são realizadas através do método de observação, sendo a observação sistemática, delimitada pelas condições do que se pretende observar, a mais utilizada. Em alguns casos, a observação é ocasional, isto é, não segue um plano pré-estabelecido.

O estudo da natureza humana é realizado desde a Antiguidade por pensadores, filósofos e teólogos, porém, esses estudos confundiam-se com a Filosofia. Sócrates, Platão e Aristóteles foram os precursores da investigação da alma humana.

No final do século XIX, os pesquisadores da época começaram a concentrar os estudos nas investigações da "experiência consciente" (análise das sensações), através de pesquisas realizadas nos recém-criados laboratórios psicológicos.

O psicólogo alemão Wilhelm Wundt (1832-1920) foi o fundador do primeiro laboratório de psicologia experimental em Leipzig, Alemanha (1879).

A partir dessas investigações experimentais, deu-se a separação entre a Filosofia e uma nova disciplina que foi denominada Psicologia Moderna.

As correntes psicológicas hoje conhecidas foram originadas de três principais correntes: Gestalt (psicologia da forma), Behaviorismo (análise do comportamento) e Psicanálise (psicologia analítica).

Definições da web