Significado de mercado

Lugar público onde se vendem mercadorias, esp. gêneros alimentícios.

Econ. Atividade que consiste na compra e venda de produtos, bens e serviços (mercado de imóveis/de trabalho); COMÉRCIO.

Conjunto de potenciais compradores de um produto, de investidores etc. (pesquisa de mercado, mercado de capitais).

Econ. Lugar, região etc. onde existe um mercado potencial: O Brasil é um grande mercado de informática.

Econ. Sistema das relações econômicas de compra e venda baseado na lei da oferta e da procura.

[F.: Do lat. mercatus -us.]


Mercado aberto
1 Econ. Mercado (sob controle de banco central) para compra e venda de títulos diretamente entre instituições financeiras e o público; open market.


Mercado a futuro
1 Econ. Ver Mercado de futuros.


Mercado a termo
1 Econ. Mercado de compra e venda em bolsas de valores ou de mercadorias, com parte do vencimento à vista nos preços do fechamento, e parte a termo, em prazo prefixado.


Mercado comum
1 Econ. Associação de países que estabelecem regras específicas para o comércio entre eles (política comercial, tarifas alfandegárias no âmbito desse mercado etc.) visando a estimulá-lo e fortalecê-lo em benefício de todos.


Mercado de balcão
1 Econ. Mercado de compra e venda de títulos, ações etc. não registrados em bolsas de valores.


Mercado de capitais
1 Econ. Mercado formado por instituições financeiras e bolsas de valores, para aplicação e investimento de capital privado ou institucional em títulos, ações etc. a longo prazo.


Mercado de futuros
1 Econ. Mercado de operações de compra e venda em bolsa de títulos ou de mercadorias (neste caso, commodities) em lotes e a preços prefixados, a serem saldadas em data futura.


Mercado de trabalho
1 Econ. Conjunto de empresas, instituições etc. que oferecem emprego e das pessoas que ocupam ou procuram ocupar esses empregos, em um dado momento, em uma dada sociedade.
2 A relação entre a oferta e a procura de emprego por esse conjuntos, nesse contexto.


Mercado financeiro
1 Econ. Mercado no qual são aplicados recursos financeiros em títulos públicos, ações, moeda estrangeira etc.
2 Restr. Mercado financeiro para aplicações em títulos de crédito. [Cf. mercado de capitais.]


Mercado futuro
1 Econ. Ver Mercado de futuros.


Mercado livre
1 Econ. Mercado de compra e venda, de ativos (títulos, mercadorias, moeda etc.) sem regulamentação, tabelamento de preços ou cotações prévias.
2 P. ext. O lugar físico no qual ser realizam essas operações.


Mercado negro
1 Econ. Comércio de bens ilegal ou clandestino, ger. de produtos raros ou fora do mercado por falta ou proibição, fora das regras legais e sem registro legal.


Mercado paralelo
1 Econ. Mercado de compra e venda de títulos, moeda etc., cujas operações estão fora da regulamentação ou controle das instituições financeiras oficiais ou credenciadas.


Mercado primário
1 Econ. Aquele no qual devedores tomam diretamente empréstimos para saldar suas dívidas.
2 Aquele no qual são negociados em leilão pela primeira vez títulos de dívida pública do governo.
3 Aquele não qual se oferecem novas emissões de títulos, contratos futuros etc.


Mercado secundário
1 Econ. Segmento do mercado no qual instituições financeiras negociam títulos lançados no mercado primário.


Mercado spot
1 Econ. Mercado de commodities (ver commodity) com pagamento e entrega imediatos das mercadorias negociadas.

Definições da web