significado.de

Significado de gótico

Relativo a godo.: Alafabeto gótico.

Derivado ou atribuído aos godos ou à sua cultura: "... o juiz era o pai do oprimido, o tribunal o abrigo do inocente, a justiça o nervo do império gótico." (Alexandre Herculano, Eurico, o presbítero))

Arq. Relativo a estilo artístico que predominou na Europa entre os sécs. XII e XIV, esp. na arquitetura das catedrais, de formas esguias e grandes vitrais nas paredes.

Art.gr. Diz-se de grupo de caracteres que têm por base esse estilo.

Ling. Diz-se de ramo da fam. linguistica indo-europeia que era falada pelos godos: "Uma das coisas mais disputadas na história das instituições góticas é a natureza dessa classe de indivíduos, chamadas gardingos" (Alexandre Herculano, Eurico, o presbítero))

Fig. Lit. Diz-se de um gênero de ficção predominante entre os séc.s XVIII e XIX, de caráter misterioso e sobrenatural, e que sobrevive hoje no romance popular, no roman noir e na literatura fantástica.

Art.gr. Diz-se de estilo de letra que se caracteriza por traços angulosos e ger. verticais, com ornatos em forma de ganchos, desenvolvido por volta do séc. XIII e tornado de uso comum a partir dos primeiros livros impressos.

Aer. Diz-se de um forma de asa utilizada em aeronaves com velocidade supersônica.: Em artes gráficas, apreciava o gótico.

sm.

Art.gr. Letra de formato anguloso, utilizada na Idade Média.

Liter. Gênero literário cujas histórias são ambientadas em castelos ou mosteiros sombrios e decorrem em um clima de terror, com toques fantasmagóricos e sobrenaturais.

Ling. Língua falada pelos antigos godos.

[F.: Do lat. gothicus,a,um.]


Gótico antigo
1 Arq. Estilo gótico em sua fase inicial, marcado por arcos em forma de ogiva e com ranhuras salientes.


Gótico flamejante
1 Arq. Estilo gótico em sua terceira fase (séc. XV), com presença de elementos decorativos em forma de chamas.


Gótico florido/radiante
1 Arq. Estilo gótico em sua segunda fase, com vitrais circulares.

Definición de Gótico

Gótico é o adjetivo que designa o que é proveniente, relativo, criado ou usado pelos Godos, o povo germânico. O termo ganhou também a conotação de duro ou bárbaro, e desde o século XVIII também é usada para se referir a coisas diferentes, distintas,

Existe também o estilo gótico, que foi uma fase da história da arte, que possuía características muito próprias com valores estéticos e filosóficos e que surgiu como resposta ao estilo românico. Esse movimento cultural e artístico desenvolve-se durante a Idade Média, no contexto do Renascimento do Século XII e prolonga-se até ao advento do Renascimento Italiano em Florença, quando a inspiração clássica quebra a linguagem artística até então difundida.

Gótico atualmente também é usado para se referir a indivíduos de posturas incomuns e com uma insaciável curiosidade pela cultura, são intelectuais e socialmente pouco aceitos na  expressão de  sua arte e de si mesmos, demonstrando assim seu desencanto com a sociedade moderna. Os góticos sempre foram voltados aos movimentos musicais, literários e arquitetônicos, são possuidores de um humor incompreendido, e por isso são muitas vezes difamados como depressivos.

Na cidade de Barcelona, na Espanha, existe o chamado Bairro Gótico,  que é o núcleo mais antigo da cidade e seu centro histórico. A estrutura do bairro permaneceu intacta até o século XIX, porém, houve a transformação dos cemitérios paroquiais em praças públicas, o vaziado de grandes edifícios com a conseguinte mudança de uso ou a derrubada das muralhas. Atualmente se conservam destroços da primeira muralha na praça da Catedral de Barcelona.