Significado de filosofia

Fil. Conjunto de estudos, de sistemas de pensamento e de reflexões intelectuais que visam a compreender a realidade absoluta, as causas elementares, os fundamentos dos valores e das crenças humanas, o sentido da existência.

Fil. Conjunto de estudos que procura reunir um determinado ramo do conhecimento (a história, a sociedade, a natureza etc.) sob um número de princípios que lhe servem de base, de fundamento (filosofia da história/da ciência).

Fil. Conjunto dos sistemas filosóficos ou doutrinas de uma determinada época ou país, ou sistema filosófico constituído (filosofia francesa/hegeliana).

Disciplina que engloba conhecimentos filosóficos ou relativos à filosofia.

Fil. Conjunto de obras de determinado filósofo: A filosofia de Descartes.

Conjunto de princípios ou normas que se aplicam à vida prática (filosofia de vida/popular); SABEDORIA.

Estado de espírito sereno, que permite que se mantenha o ânimo elevado e o humor em situações adversas; SABEDORIA.

O conjunto de ideias de alguém (um psicólogo, um cientista, um artista etc.) (a filosofia de Sigmund Freud/de Darwin/de Vinícius de Moraes)

Bras. Pop. Maneira própria de pensar (filosofia do morro/dos jogadores de futebol)

Ant. Art.gr. Tipo de 11 pontos no sistema Didot.

[F.: Do gr. philosophía,as. Ideia de: fil(o)- e -sofia.]


Filosofia da ação
1 Fil. Doutrina (do francês Maurice Blondel) segundo a qual o anseio do homem pelo divino parte de sua insatisfação com a própria ação humana.


Filosofia da história
1 Fil. A que especula sobre um possível sentido da história, a conferir aos eventos empíricos desta um significado ou explicação genéricos.


Filosofia da identidade
1 Fil. Doutrina (do alemão Friedrich Wilhelm Joseph Schelling) que identifica, na dimensão do absoluto, os conceitos, antes opostos, da natureza (objetiva) e do espírito (consciência subjetiva).


Filosofia da natureza
1 Fil. Na filosofia grega antiga, o acervo de especulações sobre o mundo natural; a partir do século XVIII, o aspecto filosófico e especulativo que se diferencia do desenvolvimento das ciências naturais.


Filosofia das luzes
1 Fil. Movimento filosófico e cultural do séc. XVIII fundamentado na prevalência da razão, da ciência e da liberdade intelectual sobre tradições fechadas em torno de dogmatismos e doutrinas, esp. em política e em religião; iluminismo; ilustração. [Em al. Aufklärung; em ing. Enlightenment.]


Filosofia primeira
1 Fil. Segundo Aristóteles, a primeira das duas divisões básicas da filosofia, relativa ao que é divino e imutável. [Cf.: Filosofia segunda.]
2 Segundo Bacon, o conjunto de todos os princípios formais comuns às diversas ciências.
3 Segundo Descartes, a parte da filosofia que trata dos princípios primeiros e fundamentais da realidade (Deus e sua criação, as substâncias etc.).


Filosofias da vida
1 Fil. Segundo Nietzsche, Bergson e outros, abordagens filosóficas das experiências diretas e imediatas da vida tal como se apresentam. e não por meio de especulações intelectuais, racionalistas ou científicas.


Filosofia segunda
1 Fil. Segundo Aristóteles, a segunda das duas divisões básicas da filosofia, relativa aos fenômenos da natureza. [Cf.: Filosofia primeira (1).]


Filosofias existenciais
1 Aquelas que se centram no homem, como ser individual e singular.


Filosofias vitalistas
1 Ver Filosofias da vida.



Como reflexão especulativa sobre coisas, fatos e ideias, suas causas, seus significados etc., a filosofia já está presente nos mitos das civilizações orientais mais antigas, em narrativas cheias de símbolos e metáforas de comportamentos e seus fundamentos éticos. Mas foi na antiga Grécia que Aristóteles ' inaugurou' a filosofia ocidental, no conceito de que ela não se bastaria em narrar fatos e eventos, como nas epopeias gregas, mas em elaborar, ou especular sobre, sua explicação e seu sentido. No início confundida com a pesquisa científica da explicação dos fenômenos naturais, a filosofia afinal separou-se das ciências como método (mas não como objeto), firmando-se em terreno próprio. Criaram-se vários sistemas e escolas filosóficos, já na Grécia, como os pré-socráticos Tales, Anaximandro, Empédocles, Parmênides, Zenon, Heráclito e Pitágoras; e os socráticos e pós-socráticos Sócrates, Anaximandro, Platão e Aristóteles. A partir de então, entre muitos outros grandes nomes da filosofia ao longo dos séculos, figuram Abelardo, Alberto Magno, Alfarabius, Tomás de Aquino, Averróes, Avicena, Francis Bacon, Roger Bacon, Isaiah Berlin, Anicius Boethius, Martin Buber, Edmund Burke, Lewis Carroll, Teilhard de Chardin, Auguste Compte, Confúcio, Jean d' Alembert, Jacques Derrida, René Descartes, John Dewey, Denis Diderot, R.W.Emerson, Frederik Engels, Erasmo de Rotterdam, Johann Fichte, Filon de Alexandria, Michel Foucault, Gregório de Nissa, Jürgen Habermas, G.W.F.Hegel, Martin Heidegger, Abraham Yehoshua Heschel, Thomas Hobbes, David Hume, Edmund Husserl, Immanuel Kant, Sören Kierkegaard, Lao-tse, Gottfried Leibniz, Emanuel Levinas, Alain Locke, John Locke, Georg Lukács, Niccolò Machiavelli, Herbert Marcuse, Karl Marx, John Stuart Mill, Michel de Montaigne, barão de Montesquieu, Thomas More, Nachmanides, Friedrich Nietzsche, Blaise Pascal, Jean-Jacques Rousseau, Bertrand Russell, Jean-Paul Sartre, Arthur Schopenhauer, John Duns Scotus, Lucius Seneca, Adam Smith, Herbert Spencer, Baruch Spinoza, Voltaire, Simone Weil, Ludwig Wittgenstein.

Definición de Filosofia

Filosofia é o estudo de problemas fundamentais relacionados a existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e estéticos, à mente e à linguagem, filosofia é uma palavra grega, que significa "amor à sabedoria". Filósofo é um indivíduo que busca o conhecimento de si mesmo, sem uma visão pragmática, é movido pela curiosidade e sobre os fundamentos da realidade. Além do desenvolvimento da filosofia como uma disciplina, a filosofia é intrínseca à condição humana, não é um conhecimento, mas uma atitude natural do homem em relação ao universo e seu próprio ser.

A filosofia foca questões da existência humana, mas diferentemente da religião, não é baseada na revelação divina ou na fé e sim na razão. Desta forma, a filosofia pode ser definida como a análise racional do significado da existência humana, individual e coletivamente, com base na compreensão do ser. Apesar de algumas semelhanças com a ciência, muitas das perguntas da filosofia não podem ser respondidas pelo empirismo experimental.

A filosofia pode ser dividido em vários ramos. A filosofia do ser, por exemplo, inclui a metafísica, ontologia e cosmologia, entre outras disciplinas. A filosofia do conhecimento inclui a lógica e a epistemologia, enquanto filosofia de trabalho está relacionado a questões como a ética.

Diversos filósofos deixaram seu nome gravado na história mundial, com suas teorias que são debatidas, aceitas e condenadas até os dias de hoje. Alguns desses filósofos são Aristóteles, Pitágoras, Platão, Sócrates, Descartes, Locke, Kant, Freud, Habermas e muitos outros. Cada um desses filósofos fez suas teorias baseadas nas diversas disciplinas da filosofia, lógica, metafísica, ética, filosofia política, estética e outras.

Nos dias de hoje a palavra "filosofia" é muitas vezes usada para descrever um conjunto de ideias, atitudes e ideais, como por exemplo: "filosofia de vida", "filosofia política", "filosofia da educação", "filosofia reggae", etc.

Definições da web

  • Filosofia (do grego Φιλοσοφία: philos - que ama + sophia - sabedoria, « que ama a sabedoria ») é a investigação crítica e racional dos princípios fundamentais relacionados ao mundo e ao homem.
    pt.wikipedia.org/wiki/Filosofia
  • Filosofia é um álbum de estúdio do cantor Zé Renato, lançado em 2002. Todas são canções do repertório e de composição de Noel Rosa e Chico Buarque (mas não compondo juntos, já que Chico nasceu só depois da morte de Noel) o destaque fica para a interpretação de "Cotidiano", canção de Chico ...
    pt.wikipedia.org/wiki/Filosofia_(álbum)
  • estudo que procura a compreensão total da realidade, via classificações do conhecimento humano; princípios
    pt.wiktionary.org/wiki/filosofia
  • Sistema de conhecimentos naturais, metodicamente adquiridos e ordenados que tende a explicar todas as coisas por seus primeiros princípios e suas razões fundamentais.
    www.ceismael.com.br/filosofia/filosofia013.htm
  • Especulação sobre a verdade e a natureza da verdade e do universo. Não é necessariamente religiosa ou metafísica, mas quase todas as opções de fé (inclusive as não-teístas) costumam se interessar bastante em argumentações filosóficas.
    www.dantas.com/ateismo/glossari.htm
  • [do grego philosophia= amor à sabedoria] - Estudo que, tomando o homem como o centro de suas cogitações, busca a compreensão da realidade, visando apreendê-la na sua totalidade, da essência e natureza das coisas, dos valores e princípios da existência à conduta e ao destino humano.
    www.espirito.org.br/portal/doutrina/vocabulario/letra-f.html
  • aparece para romper com explicações mitológicas.
    www.notapositiva.com/resumos/filosofia/10terminologia.htm
  • Literalmente, "amor da sabedoria". O termo é amplamente usado para qualquer reflexão racional consistente acerca de princípios gerais que tem o objetivo  de obter um entendimento mais profundo das coisas. ...
    muitolindo.arteblog.com.br/68352/DICIONARIO-DE-FILOSOF…
  • A filosofia é um modo de pensar, é uma postura diante do mundo. A filosofia não é um conjunto de conhecimentos prontos, um sistema acabado, fechado em si mesmo. Ela é, antes de mais nada, uma prática de vida que procura pensar os acontecimentos além de sua pura aparência. ...
    pedagogia.tripod.com/dicionario.htm
  • Estudo que se caracteriza pela intenção de ampliar incessantemente a compreensão da realidade, no sentido de apreendê-la na sua totalidade, quer pela busca da realidade capaz de abranger todas as outras, o Ser, quer pela definição do instrumento capaz de apreender a realidade, o pensamento ...
    www.geocities.ws/maritp31/glossario.html