Significado de espólio

Numa guerra, conjunto de coisas que são tomadas ao inimigo; DESPOJO.

Conjunto de bens deixados por alguém que morreu

Jur. Esse conjunto (ou parte dele) quando arrolado no inventário a ser partilhado entre os herdeiros; HERANÇA

Ação ou resultado de roubo, pilhagem, espoliação: O espólio apreendido pela polícia valia milhões.

O conjunto dos despojos, dos restos: A mansão em ruínas era o único espólio do que fora um império.

[F.: Do lat. spolium. Hom./Par.: espólio (sm.), espolio (fl. de espoliar).]

Definición de Espólio

Espólio significa patrimônio, isto é, todos os bens, direitos e obrigações deixadas por alguém que vem a falecer, chamado juridicamente pelo termo “de cujus”. O espólio irá responder por todas as dívidas do falecido e até por alguma condenação anterior a sua morte, ou por qualquer ação, mas que seja de sua responsabilidade civil.

Quando acontece a morte de alguém possuidor de patrimônio é necessário fazer o chamado inventário, a fim de que todos os herdeiros possam entrar na partilha, porém, a transmissão dos bens é independente da partilha, já que a posse e o domínio dos bens transferem-se imediatamente aos sucessores sem necessidade de qualquer formalidade, como diz o Artigo 1784 do Código Civil.

Para representar o espólio é necessário nomear em juízo um representante que será chamado de inventariante. O inventariante geralmente é escolhido entre os herdeiros, por exemplo, o filho mais velho, ou aquele que sempre manteve laços afetivos mais fortes com o falecido.

Espólios em Roma

Durante o período da República Romana, existiam os espólios de guerra, que causavam a ascensão social de muitos soldados, onde eles acabavam ganhando novas terras, que antes eram de propriedade de Roma, o espólio de guerra favoreciam principalmente a camada superior da população, ou seja, os mais ricos.

Filme Espólios

Existe também o filme chamado “Espólios de Guerra”, do ano de 2010, que conta a história de soldados que estão executando um plano secreto da Alemanha para desestabilizar a economia e tentar  inundar a Grã-Bretanha com libras esterlinas falsificadas.