Significado de célula

Biol. Estrutura microscópica que constitui os seres vivos, composta basicamente de membrana, citoplasma e de um núcleo onde se encontra o material genético.

Mús. Motivo melódico ou rítmico que pode aparecer isolado ou integrado a uma contextura temática.

Aer. Conjunto formado pelas asas e a fuselagem de uma aeronave.

Cubículo onde fica(m) o(s) preso(s); CELA.

Inf. Numa planilha eletrônica, o espaço compreendido pela interseção de linhas e colunas, que pode conter alguma informação.

Fig. Grupo de pessoas que formam uma unidade no interior de uma organização ou movimento: Eu pertencia a uma célula do partido.

[F.: Do lat. cellula, ae, 'quarto pequeno', dim. do lat. cella, ae, 'quarto'; 'cela'. Ideia de 'célula': cit(o)- (citologia), -cito (adipócito).]


Célula adiposa
1 Histl. Célula que sintetiza e armazena gordura.


Célula adventícia
1 Histl. Célula que origina tecido conjuntivo, ainda indiferenciada.


Célula bipolar
1 Oft. Neurônio da retina que transmite estímulos visuais.


Célula diploide
1 Biol. A que tem dois conjuntos homólogos de cromossomos no mesmo núcleo.


Célula eletroquímica
1 Quím. Dispositivo para criar ou medir reações eletroquímicas, ger. composto por dois recipientes separados por membrana semipermeável, ou por placa de vidro poroso.


Célula envoltória
1 Histl. Célula que envolve a extremidade de um neurônio (axônio) com a espiral de lâminas que constituem sua membrana.


Célula ependimária
1 Histl. Cada uma das células que revestem as cavidades do encéfalo e da medula, e que estão em contato com o líquido cefalorraquiano dessas cavidades.


Célula escamosa
1 Histl. A que forma tecido epitelial escamoso ou dele deriva.


Célula eucariótica
1 Histl. Aquela que tem núcleo bem definido por membrana.


Célula fotelétrica
1 Eletrôn. Dispositivo que, estimulado pela luz, produz corrente elétrica.
2 Diodo a vácuo que, iluminado, emite elétrons em seu catodo, que são encaminhados ao anodo, criando uma corrente elétrica.


Célula fotemissiva
1 Eletrôn. Ver Célula fotelétrica (2).


Célula fotocondutiva
1 Eletrôn. Dispositivo fotossensível no qual a condutividade elétrica aumenta com a incidência de luz que recebe, incrementando assim a corrente elétrica.


Célula fotomultiplicadora
1 Eletrôn. Tipo de célula fotelétrica na qual a incidência de luz faz um catodo emitir elétrons que são multiplicados por vários eletrodos.


Célula fotovoltaica
1 Eletrôn. Dispositivo que produz força eletromotriz a partir de reação fotelétrica.


Célula germinativa
1 Histl. Célula reprodutiva já madura; gameta.


Célula germinativa primordial
1 Histl. Aquela da qual se origina uma célula germinativa, ou gameta.


Célula gigante
1 Cit. Qualquer célula grande, seja normal ou patológica.
2 Imun. A que, em virtude de processos diversos, atinge grande tamanho, como, p. ex., aquelas que resultam de inflamação reativa à presença de corpos estranhos.


Célula haploide
1 Histl. A que só tem um conjunto de cromossomos.


Célula mesenquimatosa
1 Histl. A que compõe tecido conjuntivo em estado embrionário.


Célula mesenquimatosa indiferenciada
1 Histl. A que compõe tecido conjuntivo adulto e que é capaz de dar origem a qualquer outra célula conjuntiva; célula adventícia.


Célula nervosa
1 Histl. Cada célula que forma tecido nervoso, capaz de transmitir e de receber impulsos nervosos; neurônio.


Célula pironinófila
1 Histl. Imunoblasto; linfoblasto.


Célula procariótica
1 Histl. Aquela na qual o material genético fica no citoplasma, e não num núcleo delimitado.


Célula solar
1 Eletrôn. Dispositivo que transforma raios luminosos em eletricidade.



A célula é a menor unidade orgânica de todo ser vivo, vegetal ou animal (num homem adulto são mais de cem trilhões). Sua forma varia de acordo com o órgão de que faz parte e com as funções que exerce. Alguns organismos são compostos de uma só célula (p.ex., as bactérias, os protozoários). Sua estrutura básica apresenta uma membrana externa que envolve o organismo, chamada protoplasma, por sua vez composto de citoplasma (basicamente água e proteína) e núcleo. O núcleo regula as funções metabólicas da célula e contém os fatores hereditários (cromossomos e genes). As células se multiplicam dividindo-se, em diferentes processos (é a divisão do núcleo que ger. rege o processo de multiplicação das células), e as novas células carregam o material genético das células originais.