Significado de abóbada

Arq. Construção feita em arco com pedras talhadas (aduelas), tijolos etc., a qual cobre um certo espaço, e cujos elementos, em forma de cunha, unidos uns aos outros, se equilibram, transmitindo as pressões a pontos de apoio chamados pés-direitos ou encontros da abóbada

Cobertura abaulada de certos edifícios (teatros, catedrais etc.); CÚPULA.

Qualquer objeto de forma arredondada, de aparência externa convexa e aparência interna côncava.

Local abaulado no casco dos navios sob o qual fica o hélice.

[F.: a - (protético) + port. ant. boveda (< b.-lat. volvita, fem. do lat. *volvitus, a, um, por volutus, a, um, part. pass. de volvere, 'revirar').]


Abóbada abatida.
1 Arq. Aquela cuja curvatura é a de uma seção de elipse e cuja largura é a do eixo maior da elipse; abóbada de volta de sarapanel, abóbada de asa de cesto.


Abóbada acústica
1 Fís. Aquela que reflete um som (mesmo que fraco) produzido em um ponto, tornando-o audível em outro ponto.


Abóbada à moderna
1 Arq. V. Abóbada ogival.


Abóbada celeste
1 O céu.


Abóbada cilíndrica
1 Arq. Aquela cuja curvatura é a de um arco de círculo; abóbada de berço, abóbada de berço direito, abóbada de canudo, abóbada de tumba, abóbada mestra.


Abóbada cocleária
1 Arq. V. Abóbada de caracol


Abóbadacraniana
1 O alto da cabeça.


Abóbada de ângulo
1 Arq. A que resulta da interseção de duas abóbadas cilíndricas, formando quatro arcos de círculo em ângulos reentrantes; abóbada em arco de claustro.


Abóbada de aresta
1 A que resulta da interseção de duas abóbadas cilíndricas, formando ângulos salientes, apoiando-se nas paredes em quatro cantos.


Abóbada de asa de cesto
1 Arq. V. Abóbada abatida.


Abóbada de barrete de clérigo
1 Arq. A que resulta da interseção de duas abóbadas cilíndricas, formando ângulos salientes, apoiando-se nas paredes por igual.


Abóbada de berço
1 Arq. V. Abóbada cilíndrica.


Abóbada de canudo
1 Arq. V. Abóbada cilíndrica.


Abóbada de caracol
1 Arq. A que corre sobre duas paredes paralelas, em forma de espiral; abóbada cocleária, abóbada helicoide, abóbada de espiral.


Abóbada de concha
1 Arq. A que tem a forma de metade de uma cúpula (a quarta parte de uma esfera), muito us. em nichos nas paredes.


Abóbada de escarção
1 Arq. V. Abóbada oblíqua.


Abóbada de espiral
1 Arq. V. Abóbada de caracol.


Abóbada de geração
1 Arq. A que tem por diretriz um segmento de arco de círculo.


Abóbada de lado
1 Arq. V. Abóbada oblíqua.


Abóbada de luneta
1 Arq. V. Abóbada oblíqua.


Abóbada de ogiva
1 Arq. V. Abóbada ogival.


Abóbada de tumba
1 Arq. V. Abóbada cilíndrica.


Abóbada de volta de sarapanel
1 Arq. V. Abóbada abatida.


Abóbada elevada
1 Arq. Aquela cuja curvatura é a de uma seção de elipse e cuja largura é a do eixo menor da elipse.


Abóbada em arco de claustro
1 Arq. V. Abóbada de ângulo.


Abóbada esférica
1 Arq. Aquela cujas seções vertical e horizontal são círculares.


Abóbada gótica
1 Arq. V. Abóbada ogival.


Abóbada helicoide
1 Arq. V. Abóbada de caracol


Abóbada mestra
1 Arq. V. Abóbada cilíndrica.


Abóbada oblíqua
1 Arq. Aquela que não tem as paredes laterais em esquadria com os pés direitos da entrada; abóbada de escarção, abóbada de lado, abóbada de luneta.


Abóbada ogival
1 Arq. A formada por dois segmentos iguais de círculo que se cruzam e formam ângulo na parte superior; abóbada de ogiva, abóbada gótica.


Abóbada palatina
1 Anat. O céu da boca (v. em céu).


Abóbada policêntrica
1 Arq. Aquela que tem a curvatura formada por seções contínuas de círculos não concêntricos.